Pular para o conteúdo principal

Postagens

Temas para seu chá de bebê: ideias diferentes e originais

Chá de bebê precisa ter tema? Não necessariamente, já que pode ser que isso não faça muito o seu estilo ou o da pessoa homenageada. A diferença é que, quando você tem um tema, a organização da festa muitas vezes acaba sendo mais fácil e objetiva.

Mesmo que o "tema" seja simplesmente uma cor ou um tipo de comida, ele funciona como um elemento unificador do ambiente e acaba poupando o seu trabalho na hora da preparação.

Veja algumas sugestões de chá de bebê para ajudar você a fazer uma reunião bem gostosa e divertida antes da chegada do bebê.
Chá da tarde Para uma agradável confraternização no finalzinho da tarde, seja em um dia de calor ou frio, crie um cenário romântico com alguns arranjos de flores espalhados por mesas, mesinhas laterais ou aparadores. Não precisa gastar uma fortuna nas flores, podendo apostar em vasos com flores de tecido em cores delicadas.

Complete a decoração com pratos de sobremesa e xícaras enfeitados com guardanapos de papel florais. Belos guardanap…
Postagens recentes

A comida da sua família é 100% segura?

Você sabe de onde vem o alimento que a sua família vai comer no jantar? A resposta pode evitar que ela seja vitima de infecções e intoxicações alimentares que, em maior ou menor grau, podem causar diarreias, vômitos e alergias. Por isso, antes de colocar qualquer item no carrinho do supermercado, seja industrializado ou natural, leia o rótulo.
“Em primeiro lugar, obviamente, é preciso estar atento à data de fabricação”, diz a nutricionista Cecília Lima. “A embalagem está limpa? Parece estufada ou amassada? Há algum furo ou lacre rompido? Possui o endereço do fabricante ou alguma certificação, como o SIF (Serviço de Inspeção Federal) no caso das carnes ou o selo verde para os orgânicos?”
Respondidas as perguntas iniciais, os cuidados continuam ao chegar em casa, da conservação ao preparo dos alimentos. A seguir, veja outras dicas da especialista.
Mantenha a cozinha limpa
A cozinha é um ambiente propício para a proliferação de bactérias, pois é quente e úmida. Troque os panos de cozin…

Perigos na hora do banho

Você testou a temperatura e checou a quantidade de água da banheira: tudo pronto para dar banho no seu filho com segurança, certo? De acordo com pesquisa norte-americana, não basta. Embora seja importante prevenir queimaduras e afogamentos, 80% dos acidentes que ocorrem no banheiro estão associados a quedas, tropeços e escorregões.
O estudo, que foi realizado pelo Instituto de Pesquisa do Nationwide Children’s Hospital, diz que aproximadamente 43 mil crianças (de 0 a 18 anos) por ano vão parar no Pronto Socorro em virtude de acidentes ocorridos na banheira ou chuveiro. Não há estatísticas semelhantes no Brasil, mas os números também servem de alerta para os pais daqui.
O estudo, que será publicado na revista da Associação Americana de Pediatria em agosto, mostra ainda que a maior parte dos acidentes ocorre com crianças menores de 4 anos, sendo a face a região mais afetada. Isso acontece porque os menores têm o centro de gravidade mais acima e a cabeça é “desproporcional” ao resto do c…

Cuidado com o berço

Ao colocar seu bebê no berço, você imagina que ele está seguro, certo? Não é bem assim. Um novo estudo feito pelo Centro de Pesquisa do Hospital Nacional de Crianças, nos Estados Unidos, mostrou que, em média, 26 crianças são levadas ao hospital todos os dias após sofrer acidentes com berço, moisés e cercadinhos. Os pesquisadores analisaram os dados do Sistema Eletrônico de Vigilância de Acidentes entre 1990 e 2008 e descobriram que mais de 180 mil crianças menores de 2 anos tiveram de ser socorridas por esse tipo de acidente. Quedas, segundo o pediatra Gary Smith, autor do estudo e diretor do hospital, é o acidente mais comum. Por isso, nos Estados Unidos, a venda do berço com uma das laterais ajustáveis será proibida a partir de junho.

Aqui no Brasil, não existe dados específicos de acidentes com berço, mas os números do Ministério da Saúde mostram que 165 bebês menores de 1 ano morreram no ano passado decorrente de quedas de cama (seja da própria criança ou dos pais). Por conta da…

A chupeta atrapalha a amamentação?

Falar do uso de chupeta é sempre tocar em um assunto polêmico. A Organização Mundial da Saúde e a Sociedade Brasileira de Pediatria não recomendam o uso. Algumas pesquisas já mostraram que ela poderia influenciar no desmame precoce, outros refutam essa informação, como é o caso de uma recente revisão de dois estudos, publicada no jornal The Cochrane Library.

Na pesquisa maior, 1.021 mulheres, que já estavam amamentando há duas semanas, foram divididas em grupos. Algumas foram aconselhadas a oferecer a chupeta ao filho se houvesse necessidade, como para confortar o choro, outras receberam a recomendação de evitá-la. No outro estudo, 281 mães também foram divididas com o mesmo critério, porém elas estavam começando a amamentar. Todas estavam motivadas com a amamentação. O resultado de ambos revelou que a chupeta não influenciou na quantidade de bebês que foram amamentados exclusivamente com o leite materno até os 3 e 4 meses. Apesar disso, ela não avaliou os efeitos do uso do acessório…